ImplanteDente.Com mobile menu icon

Prótese Dentária Provisória - dente provisório

Existem três situações que exigem o uso de uma prótese provisória, ou dente provisório:

(I) Na colocação de implantes; (II) Imediatamente após extração de dentes; (III) Antes da coroa dentária definitiva estar pronta.

Prótese Dentária Provisória

I- Antes dos implantes dentários fazerem a ossointegração, a prótese definitiva não pode ser feita. Mas a pessoa precisa de dentes, não é verdade? Então usa uma Prótese Removível Provisória (Total ou Parcial) de acrílico que será descartada dentro de algum tempo.

Quanto tempo leva para colocar uma protese dentaria deste tipo?
Na realidade ela pode já estar feita no momento da colocação de implantes. O dentista pode programar o tratamento para que isso ocorra, tirando impressões numa consulta anterior.

Prótese Dentária Imediata Removível (Provisória)

II- Outra situação é depois da extração de alguns dentes. Também neste caso qualquer prótese definitiva (protocolo com parafusos ou sem implantes) seria contraindicada, porque a boca está inchada, precisa de cicratizar e o osso alveolar vai reduzir um pouco (ou mesmo muito). Então a pessoa sai da clínica com dentes postiços provisórios. Chama-se Prótese Provisória Imediata, a este tipo de prótese. Não esquecer que todas as próteses imediatas são provisórias.

Dente Provisório Adesivo (coroa provisória ou ponte)

III- Esta é a terceira situação.
Um dente preparado para receber uma coroa dentária, deve ficar protegido enquanto a coroa definitiva é fabricada. Para tal, faz-se uma coroa provisória de acrílico. Óbviamente não deve ser usada por muito tempo, devido à sua má qualidade. Não é feita para durar mais de duas semanas. O mesmo se aplica no caso de uma ponte provisória. Os cimentos colas usados para 'grudar' este tipo de dentes postiços não é muito forte, por isso é fácil eles sairem, obrigando a nova cimentação.
Um dente provisório (coroa) de acrílico pode custar R$ 125,00

Prótese provisória é igual a «insatisfação»

É certo que as próteses provisórias ficam rápidamente desajustadas. Mas duram quanto tempo?
Dois meses já é mais que razoável, não se espera outra coisa. Infelizmente enquanto o tempo passa, a desadaptação aumenta. Pode ficar muito difícil impedir que ela saia do lugar, o desconforto cresce e a insatisfação também.

O que se pode fazer quando a prótese fica solta?
Um rebasamento é uma das soluções numa situação destas. Leia mais em próteses desajustadas.

Se, por diversos motivos, que incluem a falta de disponibilidade para ficar sem a prótese algumas horas, ou mesmo um dia, motivos econômicos, etc., a pessoa não pode seguir nenhuma das sugestões da ligação acima, então resta uma única hipótese, o recurso a adesivos ou condicionadores (ler mais abaixo no tópico próprio).

Quanto custa uma prótese provisória?

O preço duma prótese provisória é menor que o preço da "definitiva" correspondente. Atualmente (2018) o custo anda em torno de R$ 761,00 dependendo do número de dentes que ela contém. Veja outros exemplos de próteses sem implantes e respetivo custo.

Adesivos e FIXADORES para dentaduras, como usar.

Em primeiro lugar saiba que existem 3 tipos de fixadores, de várias marcas, sendo as mais conhecidas Corega e Fixodent:

--» creme ou pasta
--» pó adesivo
--» almofada ou tira adesiva

A escolha depende da preferência de cada pessoa e do grau de desadaptação, sendo que as almofadas destinam-se aos casos piores. Antes da aplicação certifique-se que a prótese e a boca estão bem limpas. Recomenda-se uma higiene adequada entre aplicações.

Como aplicar :

- creme adesivo
Lavar e secar a prótese. Remover o material resídual da prótese evitando riscar o acrílico. Lavar a boca de resíduos de creme ou alimentos. Aplicar 3 pequenas porções de cada lado da linha média e longo do bordo. Colocar e pressionar a prótese durante 30 segundos. Esperar 30 minutos antes de ingerir bebidas quentes. O creme é mais difícil de remover da prótese que os restantes adesivos.

- pó adesivo
Proceder à limpeza como no caso anterior. Enxaguar e deixar ficar úmida. Colocar o pó uniformemente e depois virar a prótese para cair o excedente. Colocar na boca de forma igual à do creme e respeitar os mesmos tempos de espera. Este tipo de adesivo é o que altera menos a oclusão da prótese com a arcada oponente. É menos retentivo que o creme. Recomendado para casos ligeiros.

- almofada adesiva
Limpar a prótese e boca da mesma maneira e secar a parte da dentadura que assenta na mucosa. Colocar a almofada ou tira no interior da mesma e cortar o excesso. Colocar na boca pressionando durante 30 segundos. A almofada ou tira adesiva é o sistema que altera mais a oclusão, só recomendada para casos de muito má adaptação.